Analogia politica em pedreiras: tiro no Pé?.........


Rápida Analogia política em Pedreiras, com dois Pré-candidatos a Prefeito.
Hoje o blog vai fazer uma breve analogia política de dois fortes Pré-candidatos a prefeito de Pedreiras, que fizeram uma atitude arriscada, na visão política nê um contexto geral, não só em âmbito municipal, mas sim Estadual e Nacional.
Os Pré-candidatos são, o atual favorito à sucessão do Prefeito Antônio França, o médico Dr. Humberto Feitosa, que foi o segundo colocado nas últimas eleições e o grande ativista social, cultural e intelectual da cidade, o advogado Alexandre Assaiante.
Que fique bem claro aqui, que a matéria não é para perseguir difamar ou que até mesmo que vá acontecer como o titular do blog descrevera nos próximos parágrafos.
Ambos fizeram e decidiram por uma decisão, cometendo assim o mesmo erro.
Dr. Humberto tinha um grupo que circulava ao redor de Simplício Araújo, que o mesmo é secretario de Industria e Comercio do Estado e que tem Grande Prestigio do governador. Acontecendo consequentemente com o rompimento do mesmo com o secretário, foi a racha do grupo e depois de sua decisão de se filiar ao PSC, partido ligado diretamente ao Presidente Jair Bolsonaro, só aumentou a divisão do grupo e ficando na mira do Governo do Estado Flavio Dino.
Alexandre Assaiante, depois de sair do governo do atual Prefeito de Pedreiras, passou um bom tempo sem se envolver diretamente na política no contexto geral. Mais nos últimos 4 meses, o mesmo vem botando seu nome à disposição da sociedade, como pré-candidato a Prefeito. E no último mês se filiou ao PT partido do ex-presidente Lula.
A questão que o blog que levantar é que, em ambos os casos, e no contexto geral da política, o Brasil continua dividido, entre PT e PSL. Quem vota ou apoia um lado não vota e apoia o outro lado.
Pois quem apoia o Presidente Jair Bolsonaro, é sempre visto como radical, machista, homofônico, racista e etc. e etc. e tal.
E quem apoia o PT, é sempre visto como pessoas que Apoiam a corrupção, o liberalismo, comunistas, ativistas LGBT´S, pessoas que não preservam os costumes da família, contra a Religião Cristã e etc. e etc. e tal.
O PSC é um partido médio, e protegido politicamente, pois tem o presidente da república ao seu lado, mais no estado e em Pedreiras a coisa muda, pois o Governador interfere diretamente na política da cidade, e sendo ele um dos que mais batem no presidente na atualidade, acho muito difícil ele deixa barato a atitude de Dr. Humberto.
O PT é do lado do governado, mais é muito difícil ele não apoiar um candidato do seus partido ou de um partido mais próximo dele do que o PT, sendo que o PT já deu uma rasteira nele, na corrida presidencial, e em nível municipal, o partido não tem muita força de apoio e recursos.
algo que conta também, são os testas de ambos os partidos na cidade, que não ajudam a crescer os seus nomes.
O blog em nenhum momento, que falar que ambos falem e discursem o que defendem e pensam no dia-a-dia, mais que se ambos fossem para partidos menos visados, teriam mais chances de crescer e até ganhar as eleições. não querendo afirma que isso não possa acontecer com ambos em 2020. 
vamos aguarda os próximos desfechos da Politica de Pedreiras. 

8 comentários:

  1. O dr. Humberto eu não sei, mas confesso que quem falava dos ptralhas era o Alexandre. O que causa espanto é ver alguém que fala tanto em combater a corrupção, se filiar a um partido desse. Vai entender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem se diz ser honesto não vai pra partido de ptralhas

      Excluir
    2. Tanto no partido da esquerda ou da direita, tem pessoas honestas. Acredito na honestidade e na gestão que o doutor Alexandre Assaiante fará na prefeitura. É o meu doutor-bebê 2020!

      Excluir
  2. Em política tudo podee o que não pode é deixar de mamar nas tetas da viúva. KKKKKKKK

    ResponderExcluir
  3. A verdade é uma só Antônio França é a melhor opção só quem não enxerga que ele tá fazendo um bom trabalho é porquê é cego de consciência

    ResponderExcluir
  4. Assaiante fez certo em se filiar ao PT, ao PSL é que não podia né? E vai crescer muito ainda, se bobear ainda leva!

    ResponderExcluir