sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Familia de funcionário do Banco do Brasil foi sequestrada em....

Pedreiras: Família do funcionário do Banco do Brasil foi sequestrada e mantida em cativeiro

Local onde as vítimas passaram à noite/Foto: Polícia Militar de Pedreiras
Segundo informações repassadas pela Polícia Civil de Pedreiras, o sequestro aconteceu na noite de ontem (22). Bandidos encapuzados teriam rendido o tesoureiro, a namorada e a filha dele, e todos foram levados no próprio carro da família, para o local que serviu como cativeiro, dentro do mato, na localidade Eira, Município de Pedreiras, distante à 09km da sede. 
O servidor do BB foi liberado, retornando à Pedreiras, na companhia de um dos sequestradores, para que providenciasse certa importância para que a namorada e a filha fossem liberadas.
Ainda ontem, após tomar conhecimento da situação, através de denúncias de populares, as polícias Civil e Militar começaram atuar no caso e iniciaram uma operação para tentar encontrar e liberar as vítimas das mãos dos bandidos.
Com o cerco nas proximidades do cárcere, feito pelas polícias Civil e Militar, o Major Ricardo, comandante do 19° BPM,  e alguns PM’s, conseguiram encontrar as vítimas, que já tinham sido liberadas pelos bandidos e estariam em uma residência na localidade. O local do cativeiro onde as duas passaram a noite, dentro do mato, sem nenhuma proteção, foi encontrado pelo policiais militares.
Veja o vídeo no momento que o Major Ricardo e os comandados encontraram o local usado como cárcere.
Ninguém saiu ferido ou sofreu algum tipo de agressão física. As vítimas foram ouvidas pelo Delegado Regional de Pedreiras, Dr. Diego Maciel. Segundo o delegado, as investigações vão continuar.
Diego Maciel – Delegado Regional de Pedreiras/Foto: Reprodução WhatsApp
A investigação por parte da Polícia Civil, será no sentido de elucidar, de comprovar quem está envolvido nesse tipo de atividade criminosa, e, um fato dessa natureza, aqui em nossa região não ficará impine. Tenho certeza que  muito em breve a gente vai conseguir elucidar a autoria, comprovar a materialidade e fazer com que o Estado possa dar a sanção devida aos autores desse fato típico.” Disse o delegado, Dr. Diego Maciel.
Sobre a desistência dos bandidos continuarem com o sequestro, o comandante do 19° Batalhão de Polícia Militar de Pedreiras, Major Ricardo, disse que os elementos notaram a movimentação das polícias.
Major Ricardo – Comandante do 19º BPM-Pedreiras/Foto: Sandro Vagner
A Polícia Militar se aproximou muito do local do cárcere, por essa informação do raio de atuação que foi montada por nós. Por isso, eles liberaram elas. A Polícia Militar ainda desmobilizou a operação. Graças a Deus que nós conseguimos recuperar as vítimas, que era essa a nossa preocupação, e, aproveito para tranquilizar a população, que não houve nenhum assalto ao Banco de Pedreiras. Quero agradecer aos meus policiais, que fizeram a barreira, ontem. Agradecer a Polícia Civil, e, principalmente, a comunidade que vem denunciando, ajudando a Polícia Militar.” Destacou o Major Ricardo.
Produtos encontrados no local que estavam as vítimas/Foto: Sandro Vagner
Uma das vítimas, a namorada do gerente, é filha de um Policial Militar de Pedreiras.  

Fonte:Blog do Sandro Vagner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário