domingo, 15 de abril de 2018

Padre de Pedreiras é agredido durante....

Homem com problemas mentais agride padre durante a missa em Pedreiras



Além de socos, pontapés, o
 agressor
 tentou enforcar o religioso
 em cima 
do altar, diante dos fiéis
A..., acusado de agredir o padre. Por conta de problemas
neurológicos, resolvemos preservar a imagem e o nome do agressor 

Durante a missa, um padre foi
 brutalmente
 atacado por um devoto na cidade
 de
 Pedreiras (MA). As agressões acon
teceram
 na noite de sábado (14), na Capela
 do Bairro
 do Engenho, onde estava sendo reali
zada uma
 cerimônia; durante a celebração, um
 dos fiéis 
se dirigiu ao altar e começou a agredir 
o padre 
com socos, pontapés e esganadura.

Segundo informações, o agressor, iden
tificado como
 A..., levantou-se de seu banco, caminhou
 até o altar
 e iniciou as agressões contra o Padre Au
rélio.
  A...  foi contido por outros fieis que estavam
 no
 templo, quando sufocava o padre apertan
do-lhe 
no pescoço.

Segundo relatos de católicos que estavam
 na missa
 e presenciaram as agressões, caso o agre
ssor não
 tivessem sido contidos,  o padre teria ficado
 grave
mente ferido. Perigo ainda maior se agressor
 estivesse
 armado com uma faca.

Nas redes sociais, Padre Aurélio relatou o
 episódio  e 
agradeceu a intervenção dos fiéis que saíram
 em seu socorro.

 

Ainda segundo informações,
 A... fugiu do local,
 mas deve ser procurado pela
 polícia. O agressor 
é católico praticante, participa
 do Terço dos Homens
 em Pedreiras, porém, sofre 
de problemas mentais
 e já teria ameaçado ou agredido
 outros padres.

Nas rede sociais, a opinião dos internautas se dividem.


“Sempre está nas missas, mas 
ultimamente
ele está transtornado. Acho que
 ele não está
 tomando os remédios dele. 
Temos que o ajudar”,
 opinou uma pessoa.

“Fiquei sabendo aqui que o 
Padre Aurélio teve
 que interromper a missa no
 Engenho, pois o 
A... está tirando os padres do 
sério! E me parece
 que hoje ele passou dos limites”,
 disse. 

"O padre disse que não vai
 mais celebrar missa no
 Engenho e nem no Santuário
 de São Benedito 
enquanto não se tomar uma
 providência em relação 
a esse devoto."

O agressor tem problemas
 neurológicos, em 
decorrência não vamos
 divulgar o nome e a imagem
 do mesmo. 




Fonte; blog do Carlinhos Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário