sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Homens de Pedreiras e Trizidela do Vale se une contra a violência contra as mulheres....


Homens de Pedreiras e Trizidela do Vale organizam uma grande mobilização pelo fim da violência contra as mulheres


A campanha brasileira “Laço Branco” objetiva sensibilizar, envolver e mobilizar os homens no engajamento pelo o fim da violência contra mulher; suas atividades são desenvolvidas em consonância com as ações dos movimentos organizados de mulheres e de outras representações sociais, que buscam promover a equidade de gêneros, através ações em saúde, educação, trabalho, ação social, justiça, segurança publica e direitos humanos.

A campanha surgiu a partir de um triste episodio, ocorrido no dia 6 de Dezembro de 1989 no Canadá. No Brasil, o lançamento oficial da campanha foi realizado em 2001. Em Pedreiras, no dia 27 de novembro, autoridades e representantes de vários seguimentos da sociedade participaram de uma reunião  no Salão do Júri da Comarca de Pedreiras, onde discutiram o lançamento da campanha Laço Branco, em nossa região.

“A união de forças é importante; dia 6 de Dezembro é comemorado o Dia Nacional dos Homens pelo o Fim da Violência contra as Mulheres; essa união vai auxiliar pra extirpar esse tipo de violência na nossa cidade”,declarou o educador Marcus Krause.

“Não poderia deixar de estar juntos nessa campanha, nesse lindo projeto de combate a violência contra a mulher; temos visto as mulheres se levantando, a voz delas, sendo ecoadas nas ruas e avenidas da nossa cidade; chegou a nossa vez, como homem, também nos posicionar diante dessa situação; A igreja evangélica, a associação de pastores, estão juntas nessa campanha que eu tenho certeza que já é um sucesso”, pontuou o Apóstolo Neto Lucena.



Polícia Civil e a Polícia Militar, duas importantes instituições que lidam, no dia a dia com o problema da violência contra a mulher, foram representadas no encontro pelo delegado regional de Pedreiras, Dr. Lucas Smith; e o comandante do 19º BPM de Pedreiras, Major Ricardo.

“Nos finais de semana, são alarmantes os dados de ocorrências relacionadas a violência doméstica. Nós temos que coibir essa prática; estamos  ombreados com o juiz Dr. Marco Adriano para que a gente possa mudar essa triste realidade do nosso município e também da nossa região. Vamos fazer ações voltadas de forma preventiva pra diminuir esses índices; a policia militar é uma parceira nata desse tipo de evento; eu conto com o apoio da comunidade, a policia militar esta de portas abertas, conte conosco! Sabe que a violência doméstica acontece dentro do lar e as famílias ficam com vergonha; constrangidas de colocar isso a tona, de informar, dizer o que aconteceu e ficam refém dessa violência. No quartel da policia militar temos policiais treinados, voltadas para esse acolhimento; se você sofreu violência doméstica e não quer se expor vai até o quartel da policia militar, são policias femininas preparadas pra receber as informações e nós iremos dá a destinação apropriada para o problema; a polícia vem combatendo esse licito, mas infelizmente, é uma subcultura que tem aqui no nosso município e na nossa região”, abordou Major Ricardo


“Eu parabenizo a bela iniciativa do Dr. Marco Adriano, que convocou a policia civil, policia militar e diversos órgãos para participar dessa campanha de grande valia; temos conhecimento que nos últimos anos  os números de ocorrências deste tipo tem crescido de forma alarmante; nós temos conhecimento desse fato, temos trabalhado de forma diuturna no sentido de impedir essa situação; mas sabemos também que isso reflete bastante o fato da mulher esta sendo conscientizada, através de campanhas deste tipo e tem denunciado. Um período atrás, nós tínhamos aquela grande cifra de situações de violência, que aconteciam, mas que não chegava ao conhecimento das autoridades. Hoje, nós temos conhecimentos que o numero de mulheres que confiam no poder público, na policia civil, policia militar, poder judiciário, o numero cresceu bastante, de forma que temos feito um trabalho de excelência; ainda assim, temos consciência que podemos fazer mais; e agora, nesse dia 6 de dezembro, que é o dia instituído por lei, como Dia do Homem no Combate a Violência Contra a Mulher, nós queremos dá essa resposta a população e convidamos a todos que estão nos assistindo para comparecer e se juntar a nós nessa causa muito importante”, disse Dr. Lucas Smith.

O juiz Dr. Marco Adriano, titular da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras, comentou que a reunião foi um pontapé inicial na campanha "Laço Branco" de combate a violência contra a mulher e demonstra que os homens estão preocupados com essa questão.

“No dia 6 de dezembro,  próxima quarta-feira, é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra a Mulher. A ideia partiu de criar um grupo composto por homens dos vários seguimentos da sociedade pedreirense e trizidelense e demonstrar pra sociedade que é necessário também essa mobilização; a reunião foi muito positiva, algumas ações já foram trabalhadas, pensadas, planejadas e, na próxima quarta-feira,, dia 6  de Dezembro, haverá uma ação que vai contemplar as duas cidades e, certamente, a sociedade vai se sentir também prestigiada com um evento dessa natureza”, garantiu Dr. Marco Adriano

Dr. Marcos Adriano comentou a origem da campanha.

“A ideia surgiu a partir do momento identificamos a existência dessa data; foi uma lei aprovada agora, em maio de 2017, que faz referência a esse movimento contra o feminicidio, contra a violência domestica, mas com o diferencial é feita com os homens que estão se mobilizando no Dia Nacional de Mobilização dos Homens. A reunião em Pedreiras contou com a presença integrada de seguimentos: policia militar, policia civil, poder judiciário, defensoria, OAB, Falcão do Asfalto, sociedade civil organizada... É uma demonstração pra sociedade que os homens também fazem parte desse movimento, que a violência domestica contra a mulher é o que tem que ser repelido e, isso depende da vitima procurar a justiça ou comunicar o fato a policia; é algo que tem ser prevenido, reprimido pela própria sociedade”, finalizou.

Portanto, esteja presente na mobilização Laço Branco, próxima quarta-feira. 

Fonte:blog do Carlinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário